Municípios

Ocupação de leitos de UTI para Covid-19 chega a 94% em Arapiraca


Redação
Fonte: Agência Tatu

26/02/2021 15h25

Com a maior quantidade de casos do novo coronavírus por habitante, a situação da segunda maior cidade de Alagoas é preocupante com relação à ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva. Em Arapiraca, dos 48 leitos de UTI exclusivos para tratamento dos pacientes graves acometidos pela Covid-19, 45 estão ocupados, o que representa uma taxa de ocupação de 94%.

Já os leitos clínicos apresentam uma taxa de ocupação de 66%, ou seja, dos 85 disponibilizados, 56 estão ocupados. Na cidade, três hospitais recebem pacientes que precisam de internamento: Hospital Nossa Senhora do Bom Conselho, a Unidade de Emergência do Agreste e o Hospital Chama.

De acordo com os dados coletados pela Agência Tatu do boletim de ocupação diária dos leitos exclusivos para a Covid-19, divulgados pela Secretaria de Estado da Saúde,  até quarta-feira (24), havia três leitos de UTI disponíveis na cidade, sendo dois na UE do Agreste e um do Hospital Chama. 

A situação poderia ser pior, já que o Governo de Alagoas ampliou a quantidade de leitos no dia 12 deste mês, abrindo 20 leitos clínicos e 11 de UTI no Hospital Chama. Em nota, a Sesau informou que a ampliação de leitos tem sido contínua. “Alagoas conta, atualmente, com 835 leitos, sendo 255 de UTI, sete intermediários e 547 leitos clínicos. Os leitos estão localizados em 40 unidades hospitalares, tanto em Maceió quanto no interior do Estado”, detalha.

O Monitor da Covid-19, página especial criada pela Agência Tatu, aponta que Arapiraca possui 15.196 casos confirmados, o que representa a maior incidência (casos por habitante) de todo o estado. A cidade também contabiliza 201 mortes em decorrência de complicações do novo coronavírus.



Compartilhe