Geral

Assistência Social orientará ambulantes da orla de Maceió sobre combate ao trabalho infantil

Ação educativa acontecerá todas as terças-feiras na orla da capital e tem o objetivo de sensibilizar os barraqueiros para não contratarem crianças e adolescentes

Por Redação com Prefeitura de Maceió 15/09/2021 14h02
Assistência Social orientará ambulantes da orla de Maceió sobre combate ao trabalho infantil
laine Cristina, dona de barraca, foi orientada pela equipe da Semas. Foto: Ascom Semas - Foto: Reprodução

Assistência Social orientará ambulantes da orla de Maceió sobre combate ao trabalho infantil. A ação educativa com barraqueiros da orla começou nesta terça-feira (14), vai se estender até dezembro e se intensificará na alta temporada, cujo período é caracterizado pelo aumento da quantidade de crianças e adolescentes envolvidos com o trabalho infantil.

A orientação tem como objetivo conscientizar e sensibilizar os ambulantes para a não contratação de crianças e adolescentes, além de identificar casos de trabalho infantil na orla marítima da capital, oferecendo os encaminhamentos necessários.

As crianças de Maceió que estiverem em situação de exploração de trabalho infantil são encaminhadas, pela Semas, aos Núcleos do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) e inseridas no Cadastro Único (CadÚnico) para programas sociais do governo federal. O diálogo com os pais também é incluído nas medidas protetivas.

A equipe do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti Volante) e do Serviço Especializado em Abordagem Social (Seas) estão trabalhando em parceria com o Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest) do município para impedir a prática de violação dos direitos de crianças e adolescentes.

Essa parceria com o Cerest é fundamental para aproximar os ambulantes da causa maior que é fortalecer e somar forças em favor das crianças e adolescentes, combatendo o trabalho infantil”, explicou Vitória Ferreira, coordenadora do Peti.

Elaine Cristina, dona de barraca, foi orientada pela equipe da Semas. “É muito importante esse tipo de ação para que nós barraqueiros, fiquemos informados e possamos contribuir também fazendo a nossa parte no combate ao trabalho infantil”, disse a ambulante.